17 de setembro de 2010

Ainda sobre a choradeira...

Poucos dias depois do fantástico comunicado dos órgãos sociais do Benfica, onde atiravam em tudo o que mexia, descobriu-se que afinal a história estava muito mal contada, como nos revela o site do FC Porto na sua rubrica «Labaredas».

«Sabia desta, Vítor Serpa?
A mais recente e efusiva posição dos órgãos sociais do Benfica, afinal, não foi delineada na passada segunda-feira, mas sim num almoço em pleno Estádio da Luz, um dia antes. Ficámos a saber desta realidade ontem, num debate televisivo, confirmada por António-Pedro Vasconcelos, um dos comensais. Ou seja, aquilo que foi anunciado com pompa e circunstância pelo presidente da assembleia-geral encarnada, e que ainda hoje tem direito a páginas pagas nos jornais, estava previamente definido!

No decorrer do «Trio de Ataque» desta terça-feira foi divulgado, pela voz de Rui Moreira, que Luís Filipe Vieira, Luís Nazaré, Rui Gomes da Silva, Manuel dos Santos e António-Pedro Vasconcelos tinham reunido no domingo para debater o tema. Só assim, de resto, se justifica por que é que, na manhã seguinte e muitas horas antes da reunião e do comunicado dos órgãos sociais do Benfica, o jornal A Bola já trazia a súmula das deliberações que seriam mais tarde debitadas por Luís Nazaré.

O Labaredas tem algo a acrescentar sobre o episódio: não se tratou de qualquer fuga de informação e A Bola não soube dos tópicos do protesto descabelado por terceiros. Isto porque Fernando Guerra e José Manuel Delgado estiveram presentes no repasto. Está explicada a antecipação! Sabia desta, caro Vítor Serpa? Onde é que fica a isenção jornalística nesta nítida colagem de elementos de A Bola ao Benfica?»


Para quem não sabe os senhores referidos são os representantes do Benfica nos mais importantes programas de debate sobre futebol, tanto da rádio como da televisão. Ou seja, estiveram a combinar a história a contar. Isso é evidente, por exemplo, nas declarações de António-Pedro Vasconcelos no Trio D'ataque. Este, nos primeiros programas da época, apostava com quem quisesse que os quatro primeiros classificados da Liga seriam os mesmos e pela mesma ordem da época anterior. Afirmou-o pelo menos em dois programas seguidos. No entanto bastou um almoço para, de repente, este senhor afirmar que no inicio da época teve o pressentimento que o Benfica ia ser prejudicado até o Porto ter uma vantagem confortável na liderança e que após isso o Benfica até ia ser beneficiado num jogo grande!

Depois deste almoço, a máquina de propaganda encarnada começou a espalhar estas baboseiras por todo lado. Era o Marítimo que ia em último porque não aceitou libertar o Kléber para o FC Porto, eram os árbitros que quando erram em favor do Benfica é apenas para lhes retirar o mérito, etc, etc, etc...

E isto resulta! Veja neste LINK o exemplo disso mesmo.
«Mal vai o mundo quando os cegos são governados pelos loucos.»