10 de maio de 2011

Cuidado, muito cuidado!

«Estamos num momento de grande confiança (...) Queremos chegar lá e lutar pela vitória» Hugo Viana

«É o jogo das nossas vidas. Para mim, é a primeira final europeia e espero contar mais tarde aos meus netos sobre o dia em que venci a Liga Europa. Temos de sonhar com a vitória» Mossoró

«Há 50 por cento de hipóteses para cada lado. Em finais, não há favoritos» Albert Rodriguez

«O Hélton está a treinar para levantar a taça? Então eu também! As possibilidades são iguais. Este é um momento especial da minha carreira, é um sonho realizado, mas ainda temos a final para disputar» Vandinho

«A história já está feita, mas queremos algo maior (...) Vamos a Dublin com grande humildade e vontade de vencer. Temos de ser iguais a nós mesmos.» Custódio

«É o sonho de todos os jogadores. Não é especial por defrontar o F.C. Porto, mas sim por ser uma final. É um motivo de orgulho. (...) [Esta época] Perdemos os dois jogos contra eles, é um facto, mas tivemos sempre bons desempenhos.» Alan

«Chegar aqui já é um grande mérito do Sp. Braga, e um motivo de orgulho para mim (...) É um momento de orgulho, que vai ficar na memória dos bracarenses» Miguel Garcia

«Se ganhar , vou festejar com a minha família. Vai ser a minha primeira final europeia, já estou há onze anos em Portugal (...) Este é um sinal do crescimento do sp. Braga e fico feliz por contribuir para isso. (...) O F.C. Porto é perigoso e tem um ataque muito forte, não podemos cometer erros. É o adversário mais difícil que encontramos até agora» Paulo César

«Não imaginava estar aqui, mas acho que foi algo que foi acontecendo aos poucos, fomos passando pelos adversários e chegamos à final com mérito. Já imaginei como será a final, será um dia que irá marcar a carreira de todos. A nossa equipa é muito compacta, quando perde a bola, todos pressionam logo para recuperar» Artur Moraes

«Já marquei ao Porto, tenho boas recordações mas o mais importante é o Braga ganhar, seja com golos do Lima ou não. (...) Só o facto de estar na final já é motivo de muita motivação, ainda mais frente a uma grande equipa como o F.C. Porto. Todos estamos motivados.» Lima

«[O FC Porto] A meu ver, é o adversário mais complicado. Pessoalmente, gosto muito da equipa do F.C. Porto, tem jogadores que estão inspirados será certamente um jogo bonito de se ver. (...) [Sobre as duas derrotas para o campeonato]  Agora é só um jogo, uma final, será diferente.» Sílvio

«Queremos dar uma alegria a quem torce por nós. Já provámos no passado que podemos ganhar, independentemente de qual seja a equipa. (...) Eu quero ganhar porque é o jogo da vida de muita gente, incluída a minha. Quero ganhar, seja ao F.C. Porto ou a qualquer outra equipa, mas até por ser contra o F.C Porto, para provar que sou profissional e procuro o sucesso, independentemente do adversário. (...) Quero trazer a taça para a sala de troféus do clube, por este presidente e por estes adeptos» Domingos Paciência

Todas estas declarações foram feitas à imprensa durante o dia de hoje. É óbvio que o SC Braga não vai para Dublin com a intenção de ser o bombo da festa, vai sim com a intenção de vencer. Que ninguém duvide nem por um segundo que eles vão deixar a pele em campo para lutar por esta taça.

Espero que os nossos jogadores, equipa técnica e também todos os adeptos, percebam que no dia 18 de Maio vai ser preciso dar tudo para vencer o jogo. O Braga é um osso muito duro de roer, basta lembrar o jogo no Dragão desta época para o provar. A equipa tem de entrar consciente disso mesmo e não cair no erro em que, só nesta temporada, já caíram Celtic de Glasgow, Sevilla, Lech, Liverpool, Dynamo Kyiv e Benfica.

Os jogadores do Braga e o seu treinador acreditam na vitória, e não é só da boca para fora. Por isso faço o mesmo apelo à nossa equipa que fiz no início da época: Joguem com a alma e a coragem do Dragão! Só assim venceremos.