10 de maio de 2012

Rui Santos, o pseudo-intelectual

Quem tem estômago para ler os artigos de opinião de Rui Santos no Record ou de ouvir os seus delírios no "Tempo Extra" da SIC Notícias, já sabe que a honestidade não é o ponto forte deste senhor.

O seu benfiquismo não assumido impede-o de ser isento nas suas opiniões. Isso não seria problema nenhum se ele o admitisse, mas ele próprio se considera uma pessoa isenta.

Hoje, no jornal Record, pode ler-se no artigo de Rui Santos que é um facto que as arbitragens provocaram danos a Sporting e Benfica na segunda volta do campeonato. E que exemplos dá ele para provar isso? Nenhum. Ou seja, temos de confiar na palavra dele.

Toda a gente viu o que se passou em Barcelos no Gil Vicente - FC Porto e toda a gente viu que o FC Porto venceu bem o Benfica na Luz e o Sporting no Dragão. É claro que as pessoas como o Rui Santos não conseguem ver para lá do óbvio e o golo do Maicon será sempre o único lance polémico do Benfica - FC Porto, ignorando assim os vários lances que o FC Porto se pode queixar. Já no jogo FC Porto -Sporting o árbitro expulsou bem dois jogadores do Sporting e assinalou correctamente uma grande-penalidade a favor do FC Porto. Conclusão: choro dos sportinguistas e um conveniente ombro amigo por parte dos benfiquistas.

Rui Santos vem agora com estas falas mansas tentar puxar os sportinguistas para o lados dos benfiquistas, numa espécie de irmandade contra o FC Porto, como nos bons velhos tempos.