28 de setembro de 2012

James e a posição 10

James Rodríguez esteve em destaque no último FC Porto - Beira-Mar ao fazer duas assistências e ao marcar um dos quatro golos com que os Dragões venceram a equipa de Aveiro. O colombiano jogou naquela que é a sua posição favorita mas, apesar de tudo, penso que ainda não tem tudo o que é necessário para a desempenhar com rigor. Não como titular. Não no FC Porto.

Apesar de ser um jogador de eleição quando tem a bola nos pés, James tem de perceber que não pode passar vários períodos do jogo completamente desaparecido e que também tem de participar nas tarefas defensivas para poder aspirar a jogar na posição que tanto gosta. Os golos e as assistências não escondem tudo.

O meio-campo do FC Porto ficou muito debilitado pois contava apenas com Defour e Moutinho a contribuir para as tarefas defensivas, valendo aos azuis-e-brancos o facto do Beira-Mar ser uma das equipas mais fracas da Liga. É certo que com Fernando em campo a cobertura seria melhor, mas é notório neste momento que James não está ainda preparado para se assumir como "10" num meio-campo a três em jogos de maior exigência.