30 de agosto de 2013

Olhando para o Grupo G da Liga dos Campeões


Perspectiva-se uma luta a três pelos dois primeiros lugares do grupo e pelo respectivo acesso aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. O FC Porto, cabeça-de-série, viu calhar-lhe em sorte Zenit, Atlético de Madrid e Áustria de Viena como adversários no Grupo G. À partida, os austríacos serão o que na gíria se chama de bombo da festa e o máximo a que poderão aspirar será comprometer as aspirações de um ou outro adversário em seguir em frente na prova. Arrisco-me a dizer que a equipa que perder (mais) pontos contra o Áustria de Viena será relegada para a Liga Europa. De uma forma muito simples, cabe ao FC Porto vencer os três jogos em casa e, logo na primeira jornada, vencer na Áustria para praticamente garantir o apuramento. Caso o consiga, os adversários directos (Atético de Madrid e Zenit) têm de conseguir o mesmo para que terminem as três equipas empatadas a 12 pontos e os austríacos com zero. Se o futebol fosse matemática isto seria altamente expectável, mas como não é arrisco-me a dizer que é um cenário praticamente impossível. Os adversários:

Zenit: Deixou para trás o Paços de Ferreira no play-off e volta a visitar o Estádio do Dragão. Hulk tem pela primeira vez a oportunidade de defrontar a equipa que lhe deu notoriedade e será com nostalgia que, caso isso aconteça, o verei jogar num jogo do FC Porto mas do lado do adversário. Witsel e Neto são outros dois conhecidos dos portistas, mas o centro das atenções será mesmo Danny devido à maneira como este festejou o seu golo aquando da última visita portista a São Petersburgo.

Atlético de Madrid: O espanhóis são, num passado recente, adversários de boa recordação para os portistas. Após a saída de Falcao para o Mónaco, David Villa acabado de chegar passou a ser a maior estrela da equipa. Tiago (ex-Benfica), Diego Costa (ex-Braga) e Cristián Rodríguez (ex-Benfica e FC Porto) são alguns dos rostos conhecidos por todos nós. Adivinham-se dois jogos difíceis.

Áustria de Viena: Com um plantel composto na sua esmagadora maioria por austríacos e desconhecidos para o comum dos adeptos, o terá poucas oportunidades de lutar sequer pelo apuramento para a Liga Europa. Será bom para o FC Porto regressar ao estádio onde venceu a sua primeira Liga dos Campeões, em 1987.

Em relação ao calendário, o primeiro jogo será a deslocação teoricamente mais fácil, ao terreno do Áustria Viena, seguido das recepções a Atlético de Madrid e Zenit. É importante vencer estes três jogo para entrar na segunda volta sem pressão e com três oportunidades de carimbar o apuramento.

Calendário completo:
Áustria Viena - FC Porto (18 de Setembro)
FC Porto - Atlético de Madrid (01 de Outubro)
FC Porto - Zenit (22 de Outubro)
Zenit- FC Porto (6 de Novembro)
FC Porto - Áustria Viena (26 de Novembro)
Atlético de Madrid - FC Porto (11 de Dezembro)