8 de setembro de 2013

Análise ao Plantel 2013/2014 - A Defesa

A época 2012/2013 não foi particularmente fácil para este sector. Com apenas seis defesas no plantel - sete se contarmos com Quiño que foi utilizado apenas uma vez para o campeonato -, Vítor Pereira tinha em Maicon e Mangala as alternativas aos habituais defesas-laterais. Com a reintegração de Fucile no plantel as coisas ficam mais fáceis nesse sentido, uma vez que o uruguaio já provou poder ser uma aposta válida nos dois flancos e há ainda a hipótese de Paulo Fonseca recorrer a Maicon ou Mangala caso necessite. No centro, Otamendi e Mangala parecem lançados para mais uma época como titulares. O francês ganhou um lugar de destaque na equipa durante a última época primeiro como lateral-esquerdo e depois na sua posição favorita, defesa-central, aproveitando uma lesão de Maicon. Embora seja difícil para o jogador, qualquer treinador fica contente por ter um jogador com a qualidade do Maicon - que na minha opinião é superior ao Otamendi - no banco.

Atendendo a isto, acredito que o melhor quarteto defensivo do FC Porto seria composto por Danilo, Maicon, Mangala e Alex Sandro. No entanto, mesmo não sendo o seu maior fã, não acredito que o Otamendi perca a titularidade, pelo menos para já. Reyes, que cumpre a primeira época como Dragão, não deverá ter a vida facilitada pela concorrência ao lugar. Tem sido aposta em alguns jogos da equipa B e acredito que será chamado à titularidade na equipa principal em jogos a contar para a Taça de Portugal ou para a Taça da Liga.

Para qualquer eventualidade, existem ainda na equipa B os laterais-direitos Víctor García e David Bruno, os laterais-esquerdos Quiño e Rafa e os defesas-centrais Zé António, Tiago Ferreira e Bruno Silva.