27 de outubro de 2013

Invasão à Aldeia

Hoje é dia de Clássico, o FC Porto recebe o Sporting em jogo a contar para a Primeira Liga Portuguesa. Ou seja, a elite, as pessoas da cidade, vêm à aldeia. Dito isto, gostaria de falar um pouco sobre a aldeia aos adeptos do Sporting que, para os mais distraídos, é um clube falido da capital de um país falido.

O Porto, cidade que deu o nome a Portugal, foi considerada recentemente pela Lonely Planet como sendo o melhor destino europeu, que apelidou a cidade de "vibrante capital das artes". A maior editora de guias de viagens do mundo considera que o Porto é a próxima "hot thing" e defende que o Museu de Arte Contemporânea, o Parque de Serralves e a Casa da Música são sítios a não perder. Vista obrigatória é também o centro histórico, classificado pela UNESCO como Património Mundial, assim como a Torre dos Clérigos. Tomo a liberdade de juntar o Museu FC Porto, acabadinho de abrir ao público, como local a visitar. Talvez ao entrarem lá percebam o porquê de terem de se pôr constantemente em bicos de pés para serem considerados grandes...

Além disso, convém referir que no Porto se encontra a maior comunidade académica de Portugal, que a cidade está inserida na única região do país que exporta mais do que importa e que recentemente fez história ao eleger um candidato independente para Presidente da Câmara Municipal.

A imagem acima, exibida recentemente por uma claque oficial do Sporting, não só demonstra uma tacanhez como uma falta de respeito por todos os portuenses, sportinguistas incluídos. Incitados pelo seu presidente, Bruno de Carvalho, que nas últimas semanas provocou toda a estrutura portistas, os adeptos leoninos tentaram também eles criar um clima de guerra. A postura oficial do FC Porto não podia ter sido melhor: ignorar. Foi com o desprezo que Bruno de Carvalho merece que Pinto da Costa se recusou a comentar qualquer assunto relacionado com o Sporting. Foi assim uma, duas, três vezes e o papagaio verde-e-branco continuou o seu monólogo. Ávido de atenção e apoiado por diversos órgãos de comunicação social, Bruno de Carvalho foi descendo o nível mas ninguém do FC Porto lhe respondeu. A resposta está marcada para as 19:45 de hoje, no relvado do Dragão.

Apesar de tudo, é inegável o bom momento que o Sporting atravessa. Leonardo Jardim tem feito um trabalho agradável em Alvalade e espera-se um jogo difícil para os Dragões. Paulo Fonseca deve apostar num onze em tudo semelhante ao que iniciou ou jogo frente ao Zenit, Herrera incluído. Esta é apenas a minha convicção, mas consideraria um erro retirar o mexicano da equipa depois do erro da passada terça-feira. Em condições normais, seria de proteger o jogador e evitar já a sua exposição à massa adepta, mas tratando-se de um clássico as regras são outras. Certamente que os portistas saberão apoiar a equipa no geral e o Herrera em particular.

Vejamos se de facto colocar-se em bicos de pés é o suficiente para ser grande.