1 de fevereiro de 2014

Já chega

Não adianta apoiar quem não está empenhado em melhorar. Prefiro arriscar agora uma mudança do que continuar a apoiar a mediocridade.