6 de novembro de 2014

Pinto da Costa, o que foi o FC Porto apoiar?


A foto foi tirada no hotel Epic Sana em Lisboa e publicada na página de facebook Cortina Verde. Na mesma é possível ver Luís Filipe Vieira, o presidente do Benfica, num diálogo com Luís Duque, o novo presidente da Liga de Clubes e que foi eleito com o apoio de quase todos os clubes, estando FC Porto e Benfica incluídos. Durante alguns dias foi-se falando se uma aliança entre os dois clubes, FC Porto e Benfica, tendo em vista a eleição de Luís Duque, situação da qual os encarnados se demarcaram em comunicado no passado sábado.

A foto foi publicada no facebook no dia 3 de Novembro, dois dias após o Benfica ter tentado afastar um pouco a ideia de que teria tido influência na eleição de Luís Duque. Recorde-se que Luís Filipe Vieira e o novo presidente da Liga já são conhecidos de longa data, como comprova a notícia Record de 2012 que passo a transcrever na integra:

«O Conselho de Disciplina da Liga deu por provadas algumas das palavras que Luís Filipe Vieira dirigiu a Luís Duque, mas outras expressões inseridas na acusação do Sporting não o foram. De acordo com a queixa leonina, o presidente do Benfica teria dito ao administrador sportinguista: “Não tens vergonha, chulo, bandido; não tens vergonha, vai jogar à bola, vai para o c...!; diz lá outra vez que eu é que domino a arbitragem! Sim, foi isto que andaste para aí a dizer, que eu dominava a arbitragem! Foste tu que disseste!”

No entanto, o CD apenas valorou como prova as declarações que foram confirmadas por testemunhas não afetas aos dois clubes

Os factos provados, conforme se conta no acórdão do CD:

"No final do jogo, cerca de 5 minutos após o seu término, o sr. Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, após sair do balneário da sua equipa, mais concretamente na designada zona técnica, interpelou, em tom alto e exaltado, o dr. Luís Duque, administrador da Sporting SAD, que se encontrava no hall de acesso aos balneários, proferindo, pelo menos, as seguintes expressões:

- “Devias ter vergonha”

- “Era para isto que vocês queriam controlar tudo”

- “Era para isto que queriam que a gente controlasse a arbitragem”

- “Foste tu que me disseste que tínhamos que controlar tudo”

- “Não me faças falar, não me obrigues a pôr a boca no trombone”»

As perguntas que se impõem são as seguintes:
- Porque foi o FC Porto apoiar isto?
- Estará, uma vez mais, Vieira a fazer as coisas por outro lado?

Responda quem souber.