19 de fevereiro de 2015

Um dia triste para todos

O FC Porto tem uma característica própria: não sabe jogar para o empate. Há quem ache isso bom e há que ache mau, mas penso que digo a verdade quando afirmo que os portistas ficam satisfeitos com um empate apenas em condições muito adversas, como por exemplo no jogo frente ao Sp.Braga para a Taça da Liga. Ontem, na Suiça, o empate acabou por ser um mal menor tendo em conta todos os factores, mas quem fez o que o FC Porto fez tem de ter a noção que sem esses factores estranhos não seria de esperar nada mais que a vitória. Qualquer pessoa que tenha visto o jogo facilmente percebe isso. Pensava eu e também Lopetegui, mas a realidade foi diferente.

Foram vários os jornalistas e colonistas a insurgirem-se contra o lamento do treinador basco pelo facto de apenas os media portugueses não terem valorizado o jogo que o FC Porto fez. muitos deles devia ainda estar bastante incomodado com o facto da equipa do coração não ter jogo a meio da semana ou então só jogar hoje, ou até pelo facto de não ser o jogo do Real Madrid a ser transmitido em sinal aberto. Acusaram Lopetegui de recorrer à arbitragem como desculpa para esconder os próprios erros, traçando ainda um paralelo absurdo com o que aconteceu em Portugal. Ok, o treinador portista falhou em algumas opções no inicio da época, abusando da rotatividade no plantel, e a equipa acusou isso. Mas em que é que isso afecta os ficais de linha ao ponto de assinalar foras-de-jogo aos adversários do Benfica quando o jogador se encontra um metro em jogo? Em que é que o facto de Tello e Quaresma irem alternando na titularidade faz com que uma entrada do Samaris para vermelho directo se transforme num simples cartão amarelo? E podia ter escrito Talisca, Maxi, Enzo ou Luisão que a frase continuaria verdadeira. Terá pesado a titularidade de José Ángel em Guimarães nos diversos foras-de-jogo mal assinalados ao ataque do FC Porto?

Ontem foi um dia triste para todos. Para os portistas porque o FC porto não ganhou e para os outros porque o FC Porto não perdeu. Hoje foi um dia triste apenas para aqueles que tentando atacar Lopetegui acabaram por lhe dar razão.