21 de março de 2015

A última vez contra o Nacional da Madeira foi assim...

Não sendo propriamente um cartão de visita deste FC Porto, o jogo da primeira volta frente ao Nacional ficou marcado por uma entrada forte e com um golo marcado na primeira grande ocasião. Rui Silva, que se revelou nesse jogo bem mais assertivo que na jornada seguinte, negou o 1-0 após um excelente cabeceamento de Jackson, mas nada pode fazer quando Danilo(!) apareceu para a recarga. Os madeirenses ainda tiveram uma ou outra oportunidade para marcar fruto de um desacerto defensivo que os Dragões viviam na altura, mas o 2-0 colocou um ponto final no jogo. Excelente jogada colectiva que terminou com a magia de Brahimi a tirar dois adversários do caminho antes de rematar forte e colocado.

O jogo ficou ainda marcado como sendo o último a contar para o campeonato em que Herrera ficou no banco de suplentes. Desde então tem figurado sempre no onze inicial de Lopetegui e o mesmo se espera para hoje.