15 de julho de 2015

Um pesadelo tornado realidade


Maxi Pereira é daqueles jogadores que deixa uma marca por onde passa, principalmente nas pernas -mas não só! - dos adversários. Saber que vai jogar no FC Porto e ainda por cima com um contrato milionário com a duração de três anos deixa-me bastante decepcionado com o clube.

É óbvio que a saída do uruguaio enfraquece, pelo menos para já, o Benfica. Assim como é também evidente que sem Danilo, há muito vendido ao Real Madrid, o FC Porto teria de reforçar a posição de defesa-direito. A pergunta que se impões é a seguinte: conseguirá Maxi Pereira manter a liberdade por parte dos árbitros para continuar a fazer o que melhor sabe? Ou seja, poderá o ex-Benfica fazer de conta que ainda joga de vermelho e continuar a bater em tudo que mexe?

O FC Porto acaba de passar de um lateral que fazia a posição de forma limpa e eficaz, para uma que tem como principal movimento defensivo correr atrás dos adversários e varrê-los. A cereja no topo do bolo é o facto de ficar com a camisola 2, um número cheio de mística que fica agora entregue a um mercenário que trocou uma história de oito anos por uma reforma dourada no maior rival. Depois de algumas facadas com sucesso no Benfica, hoje o FC Porto deu uma facada na própria história.

Não dou as boas-vindas a um jogador maldoso e o meu maior desejo é que chegue alguém com capacidade de lhe roubar o lugar de forma a que jogue o menor tempo possível e tenha uma passagem curtinha pelo Dragão.

P.S.: O vídeo presente neste post está alojado na conta oficial do FC Porto no youtube. Veremos por quanto tempo...

6 comentários:

  1. Esta contratação é a melhor forma de garantir a integridade fisica dos nossos jogadores nos jogos com a equipa de carnide

    ResponderEliminar
  2. Não consigo perceber a Sad e as suas atitudes e decisões cada vez menos vejo o Porto que via enquanto crescia e cada vez menos me identifico com quem gere o clube( salvo Pinto da Costa) não sou capaz de apoiar estas contratações de Casillas e maxi pernetas e imbulas quando haveria MT melhores hipóteses de negócio. Não sou capaz das contratações de paletes de jogadores que nem calçam ( Sami, Djalma,Volta,Ricardo Nunes,A.Fernandez.,A. Flopez,Ghilas etc continuem a matar o Portismo e a cuspir na nossa história.

    ResponderEliminar
  3. Como me deixou triste ouvir o presidente falar deste bandido.

    ResponderEliminar
  4. Há uns tempos valentes investi contra os portistas que defendiam a tolrância com o "projecto" de Lopetegui, escrevendo neste e noutro blog. A minha tese fundamentava-se de que não havia nenhum projecto, que isso era falácia da estrutura dirigente, e que, mais uma vez, o plantel seria praticamente novo.

    Recebi comentários que Mafoma não fez do toucinho. Deixei-os poisar. Meses depois, eis o meio-campo totalmente reformulado, com um investimento tremendo em Imbula, o ataque em revolução, as laterais com Maxi e uma incognita na esquerda, o guarda-redes substituído por um golpe de marketing. Curiosamente, o pior sector (zona defensiva central) permanence intocado...

    Para os pascácios broncos que encaixaram o supositório do "projecto", estão servidos...

    ResponderEliminar